mais momentos,
menos enxaqueca

O que saber sobre enxaqueca e COVID-19

Em meio a crescentes preocupações sobre o impacto do novo coronavírus (COVID-19) na comunidade global, é importante entender os riscos e abordar considerações específicas para pessoas que vivem com enxaqueca. Atualmente, existem muitas perguntas sobre o quanto as pessoas devem se preocupar com o vírus. Veja abaixo as cinco considerações do COVID-19 para pessoas que vivem com enxaqueca, bem como algumas práticas gerais.

Tenha um suprimento adequado de seu medicamento
Recomenda-se que as pessoas com enxaqueca tenham um suprimento adequado de seus medicamentos agudos e também de qualquer medicamento preventivo de que precisam.

Considere alternativas para visitas pessoais ao médico
As visitas presenciais ao médico podem não ser necessárias se os pacientes estiverem estáveis e não necessitarem de ajustes na medicação.

Mantenha sua rotina para reduzir os gatilhos da enxaqueca
Neste momento, deve-se fazer um esforço concentrado para manter um horário regular quando se trata de alimentação, hidratação e sono. É importante ter consciência de manter a hidratação e comer refeições regularmente programadas durante todo o dia, pois essas podem ser gatilhos para pessoas com enxaqueca.

Fique calmo e limite o estresse
Para algumas pessoas que sofrem de enxaqueca, o estresse e a ansiedade podem desencadear ataques, por isso é importante fazer o possível para limitar esses gatilhos. O Dr. Peter Goadsby, MD, Ph.D., especialista no tratamento de distúrbios da dor de cabeça no Centro Médico da UC San Francisco, explica: “O cérebro da enxaqueca é vulnerável a alterações como sono e estresse e, portanto, é melhor mantê-lo estável. ” Isso pode significar praticar autocuidado ou buscar apoio para ajudar a gerenciar o estresse ou a ansiedade.

Procure métodos alternativos de interação social
Procure outros caminhos para se manter conectado a outras pessoas durante momentos de distanciamento e isolamento social. Por exemplo, recomenda-se bate-papo por vídeo, mensagens ou fazer aulas educacionais on-line se olhar para uma tela não for um dos gatilhos. Esses outros caminhos para a interação social permitem a estimulação mental.

Considerações gerais

Pratique o distanciamento social
Embora todos os que estão expostos tenham um risco de complicações, aqueles que são mais velhos ou têm condições crônicas como diabetes, hipertensão e imunossupressão, o risco é maior. O vírus COVID-19 é altamente transmissível e a resposta atual recomendada é praticar o distanciamento social para diminuir a transmissão da comunidade.

Mantenha uma boa higiene das mãos
Manter uma boa higiene das mãos é fundamental. O método preferido é lavar as mãos por pelo menos 20 segundos, o que é basicamente cantar parabéns duas vezes. Se não for possível lavar as mãos, use álcool em gel 70%.

Referência: 1. American Migraine Foundation. Disponível em: https://americanmigrainefoundation.org/resource-library/covid-19-migraine/

Cadastre-se

Para se cadastrar e ter acesso aos serviços do Programa de Suporte a Pacientes da Teva, preencha os dados solicitados a seguir.

  

Preenchendo os dados solicitados você autoriza que um profissional do Programa entre em contato para efetivar o seu cadastro.